O que são as Ciências Comportamentais?

As Ciências Comportamentais constituem uma área necessariamente multidisciplinar, fundada num projeto que liga as ciências sociais a outras ciências do comportamento. Esse campo de estudos mostra como as nossas decisões são influenciadas por fatores cognitivos, comportamentais e contextuais. É um campo multi e interdisciplinar, que reúne áreas como Psicología Social, Psicología Cognitiva, Economia Comportamental, Sociologia e Neurociência a fim de produzir conhecimento científico sobre como os seres humanos se comportam e tomam decisões no mundo real e não por meio de modelos idealizados a priori.

Quem são os principais estudiosos que consolidaram a abordagem comportamental como Richard Thaler, Cass Sustein e Daniel Kahneman?

O campo se consolidou na década de 2000, tendo como marco o livro Nudge publicado em 2008 com autoria de Richard Thaler e Cass Sustein, quando diversas Behavioral Insight Units surgiram pelo mundo afora ligadas aos governos ou em parceria com organizações. Porém, estudos embrionários do campo de Economia Comportamental já surgiam na área de tomada de decisão desde a década de 40 com Herbert Simon, prêmio Nobel de Economia em 1978, nos anos 70 com Amos Tversky e Daniel Kahneman e na década de 90 os de Richard Thaler, ambos também laureados com o Prêmio Nobel de Economia, em 2002 e 2017 respectivamente. Outro marco importante foi a publicação do livro Rápido e Devagar em 2011 com autoria de Daniel Kahneman.

E o que são nudges?
Cientistas comportamentais procuram entender os vieses cognitivos por trás das ações dos indivíduos e guiá-los através de insights comportamentais por meio de mudanças nos contextos, ambientes, comunicações e nudges (os chamados “empurrõezinhos”, na versão do livro Nudge em português) para uma melhor tomada de decisão sem restringir as opções de escolha à disposição das pessoas. Existem centenas de vieses conhecidos que interferem na fórmula do processo da ‘‘tomada de decisão’’ e a lista cresce a cada dia.